sábado, 12 de janeiro de 2019

O DIA DE ANIVERSÁRIO DE SEU JORGE


Jorge e Cleide

Todo dia é dia de Jorge, mas hoje é especial, aniversário de oitenta e sete anos, ou quatorze. Vale a pena conferir.

Daqui a pouco chega o mundo todo, filhas e filhos e netas e netos e bisnetos e bisnetas, e chega Shirley, neta que faz anos no mesmo dia, e que traz de presente a bisneta,  Eshley.

Shirley no casamento
Parabéns Jorge e parabéns Shirley.

A família Galvão é do tamanho do mundo e o mundo todo é de Jorge Galvão dos Santos, que cresceu na Chã do Pereira, que casou com Ana, que teve uma penca de filhos e filhas e que lhe deram uma penca de descendentes.

Hoje de manhã, já comemos o gurugugu de cada dia, já fizemos a oração de cada dia e cantamos a música de todo dia: “Minha vida é andar por esse país” e “Mandacaru quando fulora na seca”, e Cleide gravou o vídeo.

Na hora da oração tem de pronunciar o nome dele, “abençoa Jorge Galvão dos Santos”, pra ele confirmar: “é verdade”. E se demorar orando, ele interrompe porque Deus é amigo e parceiro, e gosta de Seu Jorge como todo mundo. Quando ele senta e conversa, repete de quando em vez: “Se não fosse Nosso Senhor Jesus Cristo” e a gente fica querendo saber, meio sem coragem de perguntar.

Nós avisamos que é aniversário e ele ri sem acreditar e quando perguntamos sobre a idade, ele diz que tem quatorze, e conversa e faz graça e faz birra, como um adolescente.

E então desconfiamos que oitenta e sete é conta de quem não sabe que cada qual tem a idade que quer. O resto é drama.

Nós sabemos que Seu Jorge ainda vai viver mais oitenta e sete ou mais quatorze anos, depende de quem contar. Porque Jorge Galvão dos Santos, desse jeito de todo dia, quer nos ensinar a viver. Ele sabe que viemos ao mundo para comer, dormir, um pouquinho de cada vez, conversar muito e amar demais.

Jorge ri muito e brinca muito e conversa muito. Tem vez que fica com raiva, mas a culpa ou é nossa ou desse mundo que não sabe viver. Quando aprendermos a ficar o tempo todo, manhã, tarde, noite e de madrugada com ele, tudo vai estar no lugar e todo mundo vai ficar feliz.

Parabéns, Seu Jorge, por oitenta e sete anos de vida, ou quatorze. Hoje, mais do que nunca é dia de Jorge. E também é dia de Shirley, sua neta.

E louvado seja o Nosso Senhor Jesus Cristo, para sempre seja louvado.
Jorge e Marcos

Marcos Monteiro

Maceió, 12 de janeiro de 2019

4 comentários: